sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Deputada Cleide Coutinho destaca visita do presidente Lula ao Maranhão



A deputada Cleide Coutinho felicitou a estada do Chefe de Estado na capital maranhense para entregar e assinar convênios de obras que beneficiarão um grande número de pessoas.

Ao falar sobre a importância das obras do PAC, a parlamentar fez um paralelo em relação ao programa já desenvolvido em sua cidade Caxias, onde o prefeito Humberto Coutinho já teria entregue casas a 4.600 pessoas através de financiamento e parceria com a Caixa Econômica Federal (CEF).

“Caxias, que tem 150 mil habitantes, já entregou casas a 4.600 famílias. São Luís, com um milhão de habitantes, vai recomeçar um projeto que foi aberto com o nosso ex-governador Jackson Lago e que entregará 2.720 casas com uma recuperação e melhoria em torno de sete mil residências. Orgulha-me muito dizer que o prefeito Humberto Coutinho é pioneiro, é a pessoa, segundo a palavra do supervisor da Caixa Econômica, de maior referência no Brasil em construção de obras com recursos federais”, afirmou. Segundo ela, a prefeitura de Caxias teria repassado R$ 7,5 milhões como contrapartida neste projeto.

A deputada finalizou seu discurso desejando sucesso ao presidente Lula no desenvolvimento do PAC. “Faço aqui os votos para que o presidente, junto com a governadora, realize os sonhos dos maranhenses assim como Humberto realizou o sonho de 4.600 famílias em Caxias. Porque com certeza dará cidadania e dignidade e fará com que o povo do Maranhão confie cada vez mais nos políticos que escolheram”.

Lenno Edroaldo/Ag.Assembleia e Lívia Vilarinho

CAIXAS ELETRÔNICOS DO BB DE CAXIAS VIVEM QUEBRADOS


A quem reclamar? Ninguém toma providências. O Gerente Local parece desconhecer o fato. Os funcionários a quem recorremos pelo fácil acesso, não sabem de nada. absolutamente de nada. Um destes funcionários que prefiro não identificar para não sofrer retaliações superiores, me disse que tem uma espécie de Gerente do Banco do Brasil responsável exclusivamente para estes fins: de problemas nos Caixas Eletrônicos, inclusive a reposição do numerário, coisa e tal. Este Gerente não se sabe quem é, ou se existe realmente. O que nos atormenta é que nas maiores necessidades, ou mesmo quando da realização dos pagamentos dos servidores e dos aposentados na agência local apenas dois ou três Caixas Eletrônicos com filas quilométricas funcionam, e de vez em quando acaba o dinheiro. Aí já viu, haja paciência para que um funcionário bem disposto vá abastece-lo. O Caixa Eletrônico recém instalado no Mercado Central vive em pane. É do jeito do inferno brasileiro. No dia que tem o balde não tem a merda, e, no dia que tem a merda não tem o balde. No centro de Cultura é a mesma coisa, fizeram lá uma mini agência do Banco do Brasil que nunca funcionou e botaram lá fora da dita cuja dois Caixas, no dia que um funciona o outro tá em pane, no dia que os dois estão ligados um tem dinheiro e o outro não tem. Lá sequer um extrato pode ser tirado por falta de papel. É uma vergonha esse Banco do Brasil de Caxias, e ninguém intercede pelos pobres mortais que dele precisa. A alguns dias atrás a Câmara Municipal fez uma audiência pública e levou prá lá, para debaterem os problemas das enormes filas e da falta de banheiros púlicos nas agências, os gerentes locais. Todos foram. Até os donos de Casas Lotéricas. Não passou do discurso, nada, nada, nada mesmo foi feito e o povo tá lá na fila. Tem fila até prá entrar na fila. É brincadeira, isto é uma vergonha - como diz o Boris Casoy. Chega de defender estes gerentes que não tão nem aí pros clientes e usuários dos bancos.

HOJE 11.12 A SITUAÇÃO DOS CAIXAS DO BANCO DO RASIL:
Agência Central - Ninguém consegue nem entrar;
Mercado Central - A máquina não reconhece o Cartão Magnético do cliente
Centro de Cultura - Só um funciona, o outro tá em pane
Rodoviária - O Caixa Eletrônico tem mais de um ano com problema na leitora dos cartões.
E O RESTO?
Ora. O resto é o resto. Imagina!!!

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Cleide Coutinho pede unidade de alta complexidade em câncer para Caxias


A deputada Cleide Coutinho (PSB) anunciou hoje (quarta-feira, 9) na tribuna da Assembleia a indicação de sua autoria que será enviada ao governo do estado nos próximos dias, pedindo a construção de uma Unacon - Unidade de Alta Complexidade em Câncer, no município de Caxias.

A deputada justificou dizendo que Caxias é uma das macrorregiões do estado e que os pacientes de lá precisam recorrer à Teresina para fazer radioterapia e quimioterapia, já que Caxias só possui tecnologia médica para detecção e cirurgia de câncer.


De acordo com a deputada, a Unacon funcionaria no Hospital Geral e Pronto Socorro Gentil Filho, que já possui UTI, serviço de radiologia, seis salas de cirurgia, laboratório, ultrassom e equipe de seis médicos plantonistas diários, incluindo: cirurgiões, anestesistas, ortopedistas, clínicos intensivistas, radiologistas, bioquímicos, psicólogos e assistente social.

A deputada explicou que para receber a Unacon, o hospital passaria apenas por uma reforma de adaptação. Essa simples construção tirará os nossos pacientes de um grande sofrimento, não só físico, mas financeiro, quando precisam procurar o estado vizinho amigo, que é o Piauí, disse.

Em pronuncimanto anterior na AL, Cleide Coutinho havia denunciado a recente suspensão do atendimento médico em Teresina aos maranhenses e pediu providências do governo do estado do Maranhão. Hoje, ela aproveitou para agradecer ao Secretário de Saúde do Estado, Ricardo Murad, pela reunião já agendada com o secretário de saúde do Piauí, sobre o assunto.


PLANO DE ONCOLOGIA


Cleide Coutinho ressaltou o pioneirismo de Caxias na precocupação com o tratamento do câncer. Ela relembrou que em 2008 a Prefeitura Municipal já havia enviado ao Governo do Estado um Plano de Oncologia, com previsão de construção de uma unidade de tratamento e de uma casa de apoio aos pacientes.

Na época, também foi entregue ao governo do estado um abaixo-assinado da população pedindo a execução do Plano de Oncologia. Para enfatizar a necessidade e a viabilidade da instalação da Unacon em Caxias, a deputada fez uma citação do filósofo espanhol do século XIX, Ortega y Gasset, que diz: É imoral pretender que uma coisa desejada se realize por mágica, simplesmente porque a desejamos. Só é moral, só é digno desejo quando acompanhado de severa vontade de apontar os meios de execução e de executá-lo.

A parlamentar encerrou fazendo um apelo ao governo do estado para que sua solicitação seja atendida. O que estou pedindo não é uma coisa muito grande, é uma coisa bastante fácil, basta a vontade de o governo fazer e essa vontade eu acho que o secretário Ricardo Murad está demonstrando porque ele está indo em reuniões. O nosso povo precisa sim de uma alegria nesse fim de ano. Seria um grande presente de Natal para nossos pacientes se nós pudéssemos dizer que o governo do Estado da doutora Roseana Sarney vai resolver de imediato o nosso problema, encerrou a deputada.

Agência Assembleia

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Deu na Folha: Sarney nomeou a irmã no próprio gabinete

Exoneração foi por meio de ato secreto; revelação contraria defesa do presidente do Senado no auge da crise que quase o derrubou

"O fundamental é que não se tratava de nomeações feitas por mim, não me cabendo responsabilidade sobre elas", afirmou Sarney em agosto


O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), escondeu a nomeação de uma irmã no seu gabinete pessoal. Trata-se de Ana Maria da Costa Bastos, que ocupou cargos na Casa entre 2005 e 2008 -quando foi exonerada por um ato secreto.

O caso derruba o argumento de defesa usado por Sarney durante a crise que quase o fez deixar o comando do Senado. O senador sempre foi enfático ao dizer que jamais contratou parentes para o seu gabinete.

"O fundamental foi demonstrar que não se tratava de nomeações feitas por mim, não me cabendo, portanto, responsabilidade sobre elas", disse Sarney em nota distribuída em 6 de agosto, no auge da crise.

No documento chamado "Verdades", disponível na página do Senado na internet, também não há nenhuma menção à contratação de Ana Maria. Única parente diretamente contratada pelo senador Sarney, ela teve dois cargos como subordinada do irmão mais velho entre janeiro e julho de 2005.

De acordo com o Código de Ética do Senado e a Constituição Federal, mentir para os pares é motivo suficiente para a perda de mandato. Apesar de ser acusado por corrupção, o então senador Luiz Estevão (PMDB-DF) foi cassado em 28 de junho de 2000 por ter mentido para os colegas.

Os senadores entenderam que faltar com a verdade é "incompatível com o decoro e um abuso das prerrogativas" -e Luiz Estevão perdeu o mandato por 52 votos contra 18 (e 10 abstenções). Em depoimento à CPI do Judiciário (1999), Luiz Estevão havia negado ser sócio de uma empresa envolvida em superfaturamento de obras -o que não era verdade.

Salário de R$ 7.400

Ana Maria da Costa Bastos, 67, é irmã de José Sarney por parte de pai. A Folha obteve acesso à sua ficha cadastral no Senado. Ela é filha de Sarney de Araújo Costa e Anatália de Oliveira Furtado, mãe de outro irmão do presidente do Senado -Ivan Celso Sarney Furtado, que também teve cargo na Casa e foi exonerado por ato secreto.

Formada em medicina, ela foi nomeada no gabinete pessoal de Sarney em janeiro de 2005 com um salário de R$ 7.400, como secretária parlamentar. Dois meses depois, foi rebaixada para a vaga de assistente parlamentar, com vencimentos de R$ 4.900 mensais.

Em julho de 2005, Ana Maria foi transferida para o gabinete do senador Edison Lobão (hoje ministro de Minas e Energia), aliado histórico de Sarney. Ela só foi exonerada em outubro de 2008, no mesmo mês em que dezenas de parentes de senadores foram demitidos, às claras, pela Casa, por conta da súmula do STF (Supremo Tribunal Federal) que proibiu o nepotismo nos três Poderes.

Contudo, o ato da exoneração só foi publicado em 16 de abril deste ano na rede de intranet do Senado. No mesmo dia, também foi divulgado o ato de exoneração de João Fernando Sarney -neto do senador e primeiro caso de uso de medida secreta para ocultar movimentação de pessoal envolvendo parentes.

Na época, essa estratégia foi usada para evitar o desgaste de Sarney, já que diariamente era divulgada uma lista de casos de nepotismo.

Cargos no Maranhão

Antes de ter emprego no Senado, Ana Maria trabalhou na área de perícia médica do INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social) no Maranhão pelo menos de 2000 a 2003. Ela chegou mesmo a ocupar o posto de superintendente regional substituta do extinto Instituto Nacional de Previdência Social no Maranhão.

Ela não assina como Sarney porque o nome não era um sobrenome da família até 1965. Sarney é nome do pai do presidente do Senado. Para fins políticos, o então José Ribamar Araújo Costa adotou o primeiro nome do pai, tornando-se José Sarney. Posteriormente, diversos familiares entraram na Justiça para se registrar também Sarney -o que não foi o caso de Ana Maria.

do PORTAL A Z

RESPOSTA AO JORNALISTA DÉCIO SÁ (IMIRANTE)

A respeito de matéria caluniosa e mentirosa oriunda da parte do Sr. Claúdio Sabá (Jornal dos Cocais), encaminhamos e-mail ao Jornalista da Mirante Décio Sá a seguinte resposta.

Recebi às 18h os seguintes esclarecimentos de Ronald Torres, assessor da Prefeitura de Caxias

“Sr. Décio Sá,

É lamentável a forma desonesta que V.Sas. se refere à administração mais popular e realizadora da história de Caxias. O prefeito Humberto Coutinho, reeleito com mais que o dobro dos votos da segunda colocada, e que tem cerca de 70% de popularidade conforme pesquisas aferidas pela Escutec, mesmo instituto contratado pelo Sistema Mirante, tem se destacado por dar transparencia, rigoroso cumprimento da lei das licitações e total honestidade nas concorrencias públicas realizadas pelo poder publico municipal.

A respeito da ‘denuncia’ – falsa e irresponsável – repercutida em seu blog, temos a informar que está públicado na imprensa estadual a anulação dos editais e por consequencia das licitações na modalidade concorrencia pública de número 011/2009 assim como o pregão da Tomada de Preços número 017/2009, porque a imprensa nacional não publicou no D.O.U. o resumo do edital enviado pela prefeitura. Como toda obra feita com verba federal tem que ser publicado no D.O.U. e por erro da imprensa nacional isto não aconteceu, o prefeito determinou a anulação dos editais, por consequencia, da concorrencia.

A tal ‘denuncia’ que o auto-nomeado jornalista faz, não existe, é falsa e nem sequer respeita os fatos. Ao mesmo foi comunicado que não seria vendido o edital porque a licitação estava cancelada. Um mínimo de honestidade, checagem dos dados e, como todo jornalista sério faz, que é ouvir o outro lado seria suficiente para que V.Sas. não produzisse esta barrigada.

Presto estes esclarecimentos com o objetivo apenas de informar às pessoas que conhecem o governo honesto e sério do Dr. Humberto. Se houver um minimo de honestidade de sua parte, dê o mesmo destaque a este esclarecimento.

Atenciosamente,

Ronald TorresAssessor de Comunicação da Prefeitura de Caxias."

Comentário meu: O blog acata os esclarecimentos do assessor, mas é fato que foi registrado uma ocorrência na Polícia Federal denunciando a situação.

Comentário do Ronald: Registro de ocorrência em qualquer área policial ou judicial é normal quando parte de alguém que tenha credibilidade. O que ocorre é que denúncias vazias e sem fundamentos formuladas pelo Sr. Cláudio Sabá já são corriqueiras e ele terá de prestar esclarecimentos a justiça por conta das leviandades levantadas.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

A CHACINA DOS COÊLHOS NO POVOADO ARROZ

A Chacina dos Coelho no povoado Arroz foi o acontecimento mais marcante de nossa história local que serviu para cimentar a imagem que fazem da Mata do Japão e de nosso querido Sertão (As Areias), lugares de infeliz reputação aos olhos de conterrâneos de outras regiões do estado, principalmente, os da Capital e os do sul-maranhense (parte mais antiga em sua formação), como assinala o Profº Fonseca Neto, em sua obra de fôlego, intitulada – História das Passagens, em que trata da formação histórica de toda a região do antigo Pastos Bons:“Deve-se consignar que, por muito tempo, as populações dos sertões maranhenses de colonização mais antiga, viam a região dos hoje municípios de São Domingos, Presidente Dutra, Tuntum, Dom Pedro e adjacências, como a “Mata do Japão”, significando um lugar de difícil acessibilidade, fixação cultural pífia, amoldamento social frouxo, lugar de forasteiros etc.”. A caracterização “de difícil acessibilidade” é pertinente, devido à mata densa existente à época do início do povoamento que talvez justifique o “amoldamento social frouxo”, nessa perspectiva sim. Quanto ao conceito de cultura em “fixação cultural pífia”, nos leva a indagar: Qual o conceito de cultura das “populações dos sertões maranhenses de colonização mais antiga”? Entretanto, o discurso produzido sobre determinados fatos serviram ou servem para justificar tal (pre)conceito, entre os quais destacamos o fatídico caso dos Coelhos de 1958. Os Coelho, tradicional família do sul do Maranhão (Pastos Bons, Riachão, Carolina, etc.), foi bastante perseguida por estabelecer vínculo de amizade com Leão Leda, no evento que ficou conhecido como A Guerra do Leda*, sendo o clã obrigado a sair em retirada em busca de paz e tranqüilidade. Parte dela chegou a Tuntum ainda em 1910, capitaniada por Luís Coelho. Seus filhos logo que aqui chegaram começaram a se destacar. A indústria, o comércio e pecuária foram os setores de sua especialidade, tendo como expoentes - o Sr. Frederico Coelho, dono da primeira máquina de beneficiar algodão; Alípio, comerciante, que também exercer cargo de vereador quando Tuntum ainda pertencia a Presidente Dutra (1951-1955), e; José, fazendeiro, cuja propriedade estava situada no povoado Arroz, onde também residia. Este último dono de honrosa reputação teve com sua esposa Izidra vários filhos, dentre os quais uma bela jovem de nome Maria, que atendia pela alcunha Maruzinha. Esta adorável de boa estirpe se enamorou por um “forasteiro” conhecido por João Bastos, cuja reputação lhe garantiu a reprovação da família da moça. Inconformado com a rejeição João raptou Maruzinha e obrigou o Juiz de Paz de Tuntum a casá-los. Consumado o matrimônio, registra a literatura oral que o esposo inicialmente, demonstrava muito afeto para com a amada. Porém, após algum tempo João teve que fazer uma viajem para o Sertão, pois um de seus irmãos havia sido assassinado e que competia-lhe a missão vingá-lo. Em sua ausência Maruzinha começou a freqüentar festas, fincando mal reputada ante a sociedade, o que chegou ao conhecimento de João Bastos. Depois de algum tempo Maruzinha, temendo o pior, pois conhecia bem a índole de seu esposo, resolveu ir ao encontro do marido. A partir de então, se iniciaria uma triste e dolosa convivência, visto que João sentia-se magoado e desonrado em função dos boatos acerca da conduta de sua mulher. Passado algum tempo, Maruzinha que fora submetida à duras penas, resolveu deixar João e retornar para o seio de sua família. Entãos partiu às escondidas, com medo de represália, entretanto, cometeu talvez o pior de todos os seus erros: furtou as armas do marido e as levou consigo. Embriagado de ira com a ação de Maruzinha, João Bastos começou a arquitetar um plano de vingança contra ex-mulher e sua família. Assim, convocou o seu irmão Dom Ratinho e o velho Pedro Feiticeiro, companheiros de outras empreitadas sinistras. Traçado o roteiro da “expedição”, João Bastos ainda ousou em enviar comunicados de sua “visita” à família Coelho. Não acreditando, nessa possibilidade os Coelhos de nada fizeram para se protegerem. No limiar da noite de 18 de julho de 1958, os homicidas invadiram a residência de José Coelho e o assassinaram, juntamente com um de seus filhos e também Maruzinha, a qual o próprio João Bastos se encarregou de lhe imputar os mais agonizantes e brutais suplícios e consumido pelo ódio se mostrou insensível aos apelos de sua musa de outrora. A sogra fora poupada, para que criasse o pequeno filho, que o próprio João Bastos arremessou pela janela, este vive na cidade de Imperatriz e é deficiente físico devido à ação do pai. João Coelho, irmão de Maruzinha, conseguiu fugir, mas além das perdas de seus familiares, teve que adiar o seu casamento em mais de um ano, festa que estava marcada para o dia seguinte. Uma noite de terror! Sua repercussão aterrorizou e comoveu todo Maranhão. Em Tuntum, enquanto uns choravam o ocorrido, outros se mobilizavam para lavar a honra dos respeitáveis e valorosos Coelhos. Homens foram arregimentados, aproximadamente cem. E assim começou uma implacável caçada aos facínoras. Trama digna de produção cinematográfica, vários foram os embates com os bandidos. Na Mucunã, próximo a São José dos Basílios, o Pedro Feiticeiro foi preso e conduzido amarrado à Cadeia de Tuntum, sendo executado em poucos dias por parentes das vítimas. João Bastos e Dom Ratinho fugiram para a região do Mearim, passando pelo Olho d’água do Tolentino, Centro dos Doidos, Pilões, Marianópoles, Santa Vitória, onde moravam seu pais. Foram cercados em Barro Branco, município de Barra do Corda, onde sucumbiu Dom Ratinho e que João Bastos ficou bastante ferido, porém, ainda assim, bateu em retirada para o Sertão tuntuense, porém no povoado São Joaquim dos Melos foi aprisionado, terminando aí a caçada. Após receber muitos tiros chegaria ao fim à trajetória de um personagem controverso de nossa história local, pois há que defenda que João Bastos depois de tanto se esquivar dos cercos merecia escapar ao final com vida. O mesmo é sepultado no lugarejo Corrente, a uns três quilômetros de São Joaquim dos Melos. Evidentemente, o relato acima se trata de uma síntese, pois não temos a intenção de sermos detalhistas, até por que isso requer um maior rigor, uma investigação mais criteriosa. Entretanto, o nosso objetivo é demonstrar que a representação de um fato pode servir de argumento para justificar os (pré) conceitos e os juízos de valor. De modo algum, quero advogar que nosso lugar é menos violento do que outros, ou que não ocorrem fatos abomináveis, mesmo por que não podemos omitir as execuções sumárias em logradouros públicos de nossa cidade nos últimos anos, o que inclusive mobilizou a população, em prol de uma segurança pública eficiente, resultado num maior efetivo policial, mas sem a eficácia esperada. Por outro lado, cabe aqui afirmar que tal aspecto não é exclusividade nossa. A violência é inerente à natureza humana e mostra a sua pior face onde não há educação de qualidade, enfim, inoperância do Estado.



Por Gean Carlos

Cleide Coutinho lamenta suspensão de atendimento hospitalar em Teresina


A deputada Cleide Coutinho (PSB) fez ontem (quinta-feira, 3) na tribuna da Assembleia um relato do impasse sobre o repasse de recursos do SUS - Sistema Único de Saúde, entre os estados do Maranhão e Piauí.

A deputada explicou que a Fundação de Saúde de Teresina colocou recentemente em prática a Central de Marcação de Consultas e Exames e com a inclusão de hospitais estaduais na Central, pacientes maranhenses ficaram impedidos de realizar consultas e exames em Teresina.

Outra novidade na capital piauiense é o Pacote de Regulação, que prevê que só poderá fazer cirurgia pelo SUS, o paciente que, desde a consulta, está sendo atendido pelo Sistema Único de Saúde. A Fundação Municipal de Saúde informou que mensalmente são gastos 17 milhões de reais com pacientes do Maranhão e que cidades, como Timon e o próprio Governo do Maranhão não quiseram assinar o acordo de repasse de recursos do SUS para atendimento de maranhenses no Piauí.

A deputada propôs que uma comissão de parlamentares, principalmente os que são da Região dos Cocais, procure o secretário estadual de Saúde, Ricardo Murad, e sugira a realização do acordo para não prejudicar o atendimento de maranhenses na rede hospitalar de Teresina. Muitos pacientes estão sendo humilhados, ultrajados. Teve paciente sendo retirado da mesa de cirurgia e assim tendo que vir procurar atendimento em São Luís, denunciou Cleide Coutinho.

APARTE

O deputado Edivaldo Holanda(PTC) também lamentou a suspensão de atendimento hospitalar aos maranhenses em Teresina. De acordo com o deputado, o Governo do Maranhão vinha repassando ao longo dos anos 4 milhões de reais ao Piauí, por meio da Câmara de Compensação, para cobrir o atendimento de pacientes maranhenses pelo SUS. Agora precisamos investigar pra saber exatamente o que está acontecendo. Se o repasse foi suspendo, quais os motivos e quanto realmete o Piauí gasta com nossos pacientes. Vamos investigar, garantiu Holanda.

O deputado também reclamou do corte de recursos da Secretaria Estadual de Saúde aos hospitais Aldenora Belo, de Caxias e de Portro Franco.

por: Agência Assembleia

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

DISCURSO DA DE. CLEIDE COUTINHO EM 23.11

Senhor Presidente, membros da Mesa, colegas deputadas e deputados, Imprensa, galeria. Faço hoje este pronunciamento iniciando com a citação de duas palavras que exprimem sentimentos, sentimentos esses que com certeza invadem sempre o coração do ser humano quando enfrentam problemas e que parecem ser de difícil solução. Estas palavras, colegas deputados e deputadas são: esperança e medo. Esperança, dádiva divina que nós possuímos quando estamos ansiosos para solucionar situações difíceis, mas como já dizia o filosofo Voltaire: Esperança que é o alimento de nossa alma, ao qual se mistura sempre, infelizmente, o veneno do medo. E porque este medo se mistura a esta esperança? Simplesmente pela certeza de que a não realização desses sonhos, a não solução deste problema, levarão com certeza a uma situação de risco para as pessoas envolvidas, e por isto, como já dizia o ex-presidente John Kennedy, quando também enfrentava situações difíceis, até como estímulo ele dizia o seguinte: Nunca negociemos por medo, mas nunca tenhamos medo de negociar. Eu aqui com muita humildade, substituo a palavra negociar por pedir, e é porque o Prefeito Humberto Coutinho foi.
Estou aqui com muita humildade substituo a palavra negociar por pedir, não é porque o Prefeito Humberto Coutinho, foi pedir, precisava pedir, que ele marcou uma audiência com atual Governadora Roseana Sarney, intermediada que foi e aqui agradeço pelo vice-governador João Alberto, audiência que transcorreu com muita cordialidade e o prefeito Humberto Coutinho com esperança e sem medo, mas com vontade de ver resolvido, solicitou a S. Ex.ª a senhora Governadora que Caxias retome os convênios que foram cortados no início da gestão da Governadora Roseana Sarney.
Quero aqui como Deputada, quero aqui como representante que sou e lembrando que tive o cuidado de convidar a Comissão de Saúde, e tive a honra e o orgulho de ser atendida pelo Presidente Deputado Arnaldo Melo, pela nossa amiga Deputada Gardênia, pela Deputada Márcia Marinho, todos ao visitar Deputada Helena, o serviço de saúde de Caxias, todos deram entrevistas demonstrando o orgulho, a alegria e a satisfação de encontrar um serviço funcionando com tão boa eficiência, solicitei sim, essa visita da comissão, porque eu penso que a saúde de Caxias começou a uma curva descendente, vai chegar um ponto que não vai poder mais atender a ninguém porque já são quase cinco milhões de recursos cortados, nesses seis meses que a Governadora Roseana, se encontra no poder; e eu espero de verdade com muita esperança para não dizer com certeza que a Governadora Roseana marque também uma visita a Caxias, e que lá nós não queremos que ela prometa obra, Caxias tem muita obras precisa de mais, mas o que mais Caxias precisa agora é de saúde é não perder o que conseguiu com tanto empenho, que iniciou no Governo José Reinaldo, concluiu no Governo Jackson Lago, estava continuando no Governo da Roseana e lamentavelmente foi cortado, mas eu convido aqui, com muita humildade, com muita esperança e sem medo, mas pelo dever que eu tenho como deputada, que representa o nosso povo, que a Governadora marque uma visita lá em Caxias, que atende a um milhão duzentos e cinqüenta pessoas, que não recebe, Deputado Chico Leitoa, nenhum centavo do Governo; enquanto Timon, que só tem um Hospital, que procura Caxias para atender, porque é micro região, recebe 600 mil; Imperatriz que só tem um Hospital público recebe 2 milhões e cem Caxias tem três Hospitais, tem a única UTI Neonatal, tem UTI Adulto, tem o serviço de Ortopedia – INTRO Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia, fez a doação de equipamento ortopédico no valor de dois milhões e meio, porque viram que ali se trabalha, e eu peço a nossa Governadora que vá a Caxias, que será recebida com muita alegria, convido também os Deputados que queiram acompanhar-me nesse evento, para que lá, numa demonstração que ela dá valor ao nosso povo, à nossa comunidade, ela diga em alto e bom som, de verdade que os recursos de Caxias voltarão e que não deixaremos de atender ao nosso povo.
Vi aqui, Deputado Marcelo, o Deputado Valdinar reclamando porque ele mandava doente de Imperatriz para lá e agora não tem condição de atender, Deputado Arnaldo, porque as firmas e as empresas que licitaram e ganharam a licitação, sem receber têm legalmente o direito de não fornecer medicação, e começou a faltar luvas, anestésico, medicação, médicos querem ir embora pessoas importantes, e a equipe é boa e a gente tem que vir aqui pedir a governadora e sua equipe quero o apoio dos deputados da Comissão de Saúde também para que a governadora depois dessa audiência tenha se comovido tenha se sensibilizado e vai em Caxias é uma grande festa será recebido com alegria com gratidão com aplauso por todos que representamos o poder neste Estado. Muito Obrigado.

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

MPF e MP pedem recuperação da barragem do rio Flores

O Ministério Público Federal (MPF) e o Estadual do Maranhão (MP/MA) apresentaram ação civil pública, com pedido de liminar, contra o Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Denocs) para que recupere completamente a barragem do rio Flores. A barragem, iniciada em 1983 e concluída em 1987, para aproveitamento energético, controle de enchentes da bacia do Mearim e implantação do pólo hidroagrícola do Flores, está totalmente abandonada.

Em agosto de 2009, após representação do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura no Maranhão (Crea-MA), foi instaurado na Procuradoria da República no Maranhão, procedimento administrativo para apurar as condições operacionais e de estabilidade das barragens dos rios Pericumã e Flores localizados, respectivamente, nos municípios de Pinheiro e Joselândia/Presidente Dutra.

O laudo apresentado pelo Crea apontou que a barragem do rio Flores encontra-se em situação de “completo abandono, levando a crer que há muito tempo nenhum serviço de conservação foi executado na barragem”. O relatório concluiu ainda a “existência de dano potencial elevado”, demandando a adoção de medidas de urgência para a recuperação da barragem, uma vez que a população localizada em suas áreas de influência passam por situação de extremo risco, com o agravamento do período de chuvas e alagamentos.

De acordo com o MPF/MA várias foram as irregularidades encontradas na barragem do rio Flores e, por isso, diversos também são os serviços a serem realizados, dentre eles: o controle da vegetação nos parâmetros de montante e de jusante do maciço da barragem e das ombreiras respectivas; a recuperação de todas as canaletas de drenagem, bem como das áreas gramadas, como espécimes nativas; a instalação de instrumentos de medida de vazão de percolação e de análise sedimentológica do material em suspensão; a reconstrução da subestação de energia e a sua interligação com as torres de comando e de acesso e a reposição de todos os equipamentos eletromecânicos, hidráulicos e pneumáticos da torre de comando, bem como dos componentes danificados das comportas e das grades.

O Ministério Público Federal no Maranhão e a Promotoria de Justiça em Colinas resolveram que a única saída cabível para a solução do problema seria a propositura de ação civil pública na Justiça Federal, que agora deve se pronunciar sobre a questão. (Da Ascom / Procuradoria da República no Maranhão)

Fonte: Jornal Pequeno 12.11.09

ASSEMBLEIA FARÁ AUDIÊNCIA PRA DISCUTIR VIOLÊNCIA EM PRES. DUTRA

A Assembleia Legislativa vai realizar uma audiência pública conjunta com a Câmara Municipal de Presidente Dutra para discutir e encontrar soluções e amenizar o alto índice de violência registrado no município nos últimos anos.

A sugestão foi feita ontem (quarta-feira, 11) pelo deputado Chico Leitoa (PDT), durante pronunciamento na tribuna da Casa. A data da audiência ainda será definida por membros da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa.

Para Chico Leitoa, a violência em Presidente Dutra chegou ao extremo, a ponto da Câmara Municipal, por meio de nove vereadores com assento na Casa, pedirem intervenção do poder Legislativo estadual para resolver o problema.

Em ofício encaminhado à Comissão de Segurança da Assembleia, os vereadores reclamam que o alto índice de violência está culminando em assaltos, roubos, estupros e até com mortes, apavorando toda a sociedade do município.

O documento foi assinado pelos vereadores Itamar Lima, Aristeu Martins, Dionízio Pinto, José Jarbas Araújo Melo de Melo, Jurivan Carvalho de Souza, Rolando Pereira de Freitas, Raimundo Falcão Nava, Maria Silvandra Oliveira e José Maria Martins dos Santos.

VEÍCULOS E GTA

Em aparte, a deputada Graça Paz (PDT) disse que também recebeu o ofício dos vereadores reclamando que em Presidente Dutra a violência está apavorando a população. Ela entende que a violência no município já chegou ao extremo e merece atenção especial das autoridades constituídas, principalmente da Secretaria de Segurança e da Assembleia Legislativa.

Por outro lado, o deputado Rigo Teles (PV) informou que o próprio secretário de Estado de Segurança Pública, Raimundo Cutrim, prometeu, durante reunião, que instalará uma base do Grupo Tático Aéreo (GTA) e deslocará dois novos carros para Presidente Dutra. “É uma forma de reforçar a segurança nos 50 municípios da região Mearim”, afirmou.

Fonte: Agência Assembbleia

Honoráveis Bandidos: Marcelo Tavares vê intolerância em atos de governistas


O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Tavares (PSB), afirmou que o grupo político contrário ao seu e que presta apoio ao governo do Estado, é intolerante no que se refere a ideias divergentes. Segundo o parlamentar, esse comportamento é ultrapassado e antidemocrático.

A afirmação de Tavares surgiu em aparte ao discurso do também deputado Edivaldo Holanda (PTC). Na oportunidade, Holanda pedia a aprovação de requerimento para que a Casa constituísse moção de desagravo ao Sindicato dos Bancários devido ao episódio ocorrido durante o lançamento do livro “Honoráveis Bandidos”, em que um grupo invadiu o recinto e entrou em confronto com várias pessoas.

Vários deputados alinhados ao governo disseram ser contrários à moção muito embora Edivaldo Holanda tenha por reiteradas vezes dito que o documento seria de apoio ao Sindicato dos Bancários, pelos prejuízos ocorridos e não contra o grupo de apoio ao governo do Estado.

Neste momento Tavares manifestou-se. “O que me entristece é o que está acontecendo após esse episódio do lançamento do livro e, independente do que é tratado naquele livro, para todos nós do Maranhão, eu acho que existe uma única palavra que traduz com perfeição ao que nós estamos assistindo hoje, deputado Edivaldo, e essa palavra é intolerância. É o desrespeito ao contraditório, é o desrespeito à democracia”, afirmou o presidente da Assembleia Legislativa.

“O presidente Sarney comanda um grupo com mão de ferro, e os seus seguidores aqui do Maranhão, ou parte deles, não aceita as opiniões divergentes. E isso é intolerância. Todos nós, e todos eles, só temos mandatos porque nós vivemos regimes de tolerância, um regime democrático, um regime onde as forças, as vontades e as opiniões divergentes têm livre trânsito, têm a capacidade de percorrer todos os cantos do país”, acrescentou.

Marcelo Tavares reforçou a crítica a esse tipo de comportamento, principalmente no Legislativo estadual. “O que nós vemos nada mais é do que intolerância. Acho que isso realmente tem que entristecer esta Casa, o povo maranhense e todos nós, porque viver no ambiente democrático, onde as opiniões têm que ser censuradas é uma falácia. Então, não há uma democracia sem parlamento livre, e existe democracia sem opiniões livres? Eu acho que não. Então, as palavras são bonitas e têm que ser seguidas pela prática”, finalizou.

Fonte: Agência Assembleia

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Braide diz que governo vai liberar R$ 2,5 milhões em emendas


O Governo do Estado do Maranhão vai liberar R$ 2,5 milhões do Orçamento do poder Executivo para exercício de 2010, para todos os 42 deputados com assento na Assembleia Legislativa.


As emendas serão distribuídas, obrigatoriamente, da seguinte forma: 30% para a saúde, 10% para a infra-estrutura e 70% com recursos livres para projetos nas bases eleitorais dos deputados.


Foi o que anunciou hoje (terça-feira, 10) o relator do projeto do Orçamento, deputado Carlos Braide (PDT). Os detalhes serão definidos amanhã (quarta-feira, 11), depois da sessão ordinária, durante reunião com os deputados.


Segundo Braide, todos os anos o Orçamento do Governo do Estado era aprovado da mesma forma, que era encaminhado à apreciação do poder Legislativo estadual.


Mas, depois de entendimentos de lideranças partidárias, a governadora Roseana Sarney (PMDB) resolveu acatar as emendas de todos os deputados, independentemente de partidos políticos e ideologias.


O projeto de Orçamento do Governo do Estado para ao exercício de 2010 entra em pauta na próxima semana. A matéria define, basicamente, os gastos do poder Executivo em todos os setores administrativos do Estado.

terça-feira, 10 de novembro de 2009

SACRAMENTOS SEM REGISTROS, HISTÓRIA MASSACRADA


É inacreditável que não se possua nenhum registro de um sacramento. Um batizado, um casamento ou até mesmo uma primeira comunhão sem um registro fotográfico, sem um filmete que possa ser mostrado no adiantado dos anos aos mais novos é um caso de obscuridade da história de uma família.
Pois em Tuntum - pensem no tamanho da aberração paroquial - é proibido filmar ou fotografar seja um batizado, um casamento ou até mesmo uma primeira comunhão. Proibição imposta pelo pároco local. Se uma criança chorar durante a celebração da missa das 9 da manhã é imediatamente solicitada pelo pároco aos pais da chorona que retire da igreja a criança para não atrapalhar a celebração da santa missa. Tem pai que disse que nunca mais põe os pés na igreja por conta desta infâmia.
E a tradição que é respeitada e mantida em todo e qualquer canto do mundo?, isto nem se fala, pois as pinturas feitas quando da construção da igreja matriz de São Raimundo Nonato foram caiadas, encobertas pelas cores prediletas do pároco local. Os paineis lindos, que quando criança ficava a contar quantos carneirinhos tinham alí naquele lindo e maravilhoso painel foi pintado por cima. Passaram por cima da tradição. Passaram, usurparam a história de uma mais lindas igrejas do interior do Brasil. Até sua cor azul celestial de sua fachada foi maculada por um branco ganso adornado por um azul de nuvens pesadas. Sacramento sem registros e nossa história massacrada foi isto o que foi feito e ainda fazem os passageiros da paróquia de São Raimundo Nonato.

Preparando-se para 2010, Flávio Dino quer formar novo campo no MA


O deputado federal, um dos mais conceituados da Câmara, será candidato a governador do Maranhão depois de uma bem sucedida disputa para a prefeitura de São Luís. O desafio agora é levar seu nome para o interior e buscar uma rede de apoio político e social que garanta o sucesso de sua candidatura. Nesta entrevista, ele fala um pouco sobre os próximos passos e as impressões a respeito do evento máximo dos comunistas.
Saldo positivo

“As últimas eleições em São Luís deixaram um saldo bastante positivo para nós. Então, a preparação para a eleição de 2010 parte desse patamar que fomos construindo em primeiro lugar por meio da longa história do PCdoB no Maranhão e, depois, a partir de 2006 com o exercício de meu mandato federal e minha candidatura a prefeito em 2008. Do ponto de vista da preparação eleitoral, a tática se assenta primeiramente na acumulação de força e depois na busca da afirmação de uma estratégica inovadora no estado. Buscamos construir um caminho diferente”.

Contradições profundas
“Temos, em primeiro lugar, uma estratégia política: partimos da demarcação de contradições mais profundas, as verdadeiras contradições que há na política maranhense. Existe uma contradição real entre os campos Sarney e anti-Sarney, porém ela não é suficiente para explicar a realidade do estado e sua resolução não é capaz de levar o estado a um momento novo. O campo político que procuramos demarcar se assenta nas contradições mais profundas que há entre atraso e desenvolvimento. Nosso objetivo é unir em torno do PCdoB outros partidos e forças políticas e sociais que sejam parceiras desse projeto de desenvolvimento com inclusão e justiça social. Temos uma referência muito clara com relação àquilo que o presidente Lula faz no Brasil e é mais ou menos o que pretendemos fazer no Maranhão com as adaptações que a mediação da realidade local exige”.

Estratégias política e eleitoral
A partir dessa estratégia política cumpriremos uma estratégia eleitoral baseada no longo acúmulo do nosso partido, sobretudo na fase mais recente, e na sua organização, expansão e aumento de influência nos movimentos sociais. Tudo isso girando em torno de um programa que diagnostique os péssimos indicadores sociais que o Maranhão ostenta e com a apresentação de caminhos que efetivamente – superando todas as contradições – consiga fazer com que o Maranhão se encontre com seu destino de maneira que as tantas promessas feitas ao longo de anos sejam possíveis de serem concretizadas. Para isso, falta no estado o elemento político”.

Injustiça social

“O problema do Estado não é climático, não é geográfico, não é natural. Pelo contrário: do ponto de vista das pré-condições temos as mais favoráveis: estamos no meio-norte, com regime climático favorável, solos férteis; temos três ferrovias e cinco rodovias federais cortando o estado; temos um importante complexo mineral e metalúrgico e um agronegócio pujante. Porém, temos baixa agregação de valor e muita injustiça social. Precisamos identificar as cadeias produtivas capazes de gerar desenvolvimento com inclusão social e riqueza para a maioria do povo, uma política assentada na diversificação econômica. Com criatividade e imaginação podemos ter uma boa gestão de esquerda e popular no Maranhão”.


Lições eleitorais
“Durante as últimas eleições, tivemos acertos políticos e programáticas que temos de consolidar neste instante, mas também alguns erros operacionais derivados do nível em que nos encontrávamos. Por exemplo: não tivemos condições de enfrentar adequadamente a campanha violenta, de direita, fascista feita contra nossa candidatura. Não esperávamos essa cena e não estávamos preparados para uma campanha como aquela. Esperávamos algo programático e por isso não tínhamos vacinas prontas à disposição para combater a violência física e moral movida pelo hoje prefeito João Castelo. Este foi um erro no sentido da falta de previsão da nossa parte de que isso seria um cenário possível. Temos feito uma avaliação coletiva para exatamente garantir que o acerto político não se perca e não deixe de ter resultados eleitorais justamente por essas questões do campo técnico e operacional”.

PCdoB em expansão
“O PCdoB é o partido que mais cresce entre todas as forças políticas do Maranhão. Estamos ampliando nossa presença no interior com muitas lideranças. Não passa pela nossa cabeça a ideia de o PCdoB ser do Flávio Dino, mas sim de o Flávio Dino ser do PCdoB. Por isso estamos investindo no recrutamento e formação de lideranças políticas, sociais e sindicais em diferentes municípios e temos um grupo de possíveis candidatos a deputado federal, estadual de grande expressão e qualidade. Recuperamos nosso espaço na Assembleia Legislativa com a filiação do deputado estadual Rubens Junior, um quadro jovem e muito promissor com mandato qualificado. Temos dezenas de prefeitos, vices e vereadores. Tudo isso para que a nossa influência se transforme em força eleitoral. Diria que o PCdoB está cada vez mais preparado para cumprir esse objetivo de ser um novo campo político na política maranhense”.

Ausência de gestão administrativa

“O Maranhão vive hoje, do ponto de vista real, problemas graves resultantes da ausência de gestão administrativa com continuidade e método, capaz de liderar um momento novo no estado. Jackson Lago fez um governo bastante precário e desorganizado, incapaz de realizar as mudanças para as quais foi eleito e Roseana Sarney assume num momento de fadiga e desgaste em razão dos longos anos em que o grupo Sarney exerceu hegemonia política; além disso, num período muito curto de governo era impossível gestar algo de maior qualidade. Praticamente teremos quatro anos perdidos de administração pública. Este momento é bastante negativo”.

Primeiro congresso

“Vejo este 12º Congresso como um feliz casamento entre tradição e renovação. O que mais me chamou atenção foi a manutenção de nosso orgulho partidário pela nossa trajetória histórica, a referência permanente ao nosso ideário, à nossa experiência concreta de erros e acertos. Ao mesmo tempo a preocupação com a mudança de método, a ampliação e mudança do perfil do partido, o maior trânsito com a sociedade, o investimento em seus quadros e buscando, ao mesmo tempo, maior inserção nas massas. Este casamento está bem simbolizado no painel que está atrás da mesa: de um lado, Marx e Lênin e do outro os formadores do Brasil simbolizados por Tiradentes e José Bonifácio. Esta cena é ilustrativa da junção que o PCdoB procura fazer. O Maranhão tem a oitava maior delegação do congresso, ou 5% do total, e vejo nossos delegados – metade dos quais recém-filiados –,muito bem impressionados com a vitalidade, o vigor e o entusiasmo militante. A expectativa é que isso se espraie e haja um esforço de reflexão sobre nossos erros também. O 12º Congresso – sem ter conhecimento dos anteriores – sublinha de modo inédito a busca da inovação sem renúncia nem traição em relação aquilo que só o PCdoB pode representar no Brasil”.

Fonte: O Vermelho

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

ROSEANA DEVERÁ VISITAR CAXIAS. SERÁ???

Visita
Anunciada pelo próprio Paulo Marinho a vinda de Roseana Sarney a Caxias no próximo dia 20... Ao que parece, RS decidiu enfrentar o temor de testar a performance política na Princesa do Sertão...

Que valha
...Agora, é bom que ela traga a tiracolo para a região algo que valha a pena... Que não chegue aqui de mochila vazia e com o mesmo blá-blá-blá com que foi a São João do Sóter, Aldeias Altas e Timon...

Desculpa
...E se também vier Ricardo Murad, que o secretário de Saúde arranje antes uma boa e convincente desculpa para justificar o ato tresloucado que penalizou a Macrorregião de Saúde local com a perda de R$ 600.000/mês... Senão mister 'Persona' poderá ter surpresas desagradáveis.

Por: Jotônio Viana
Caxias em Off/Jornal Pequeno 04.11

PSDB estuda candidatura própria para o Governo do Maranhão

Diante das possibilidades eleitorais para 2010, o PSDB estuda o lançamento de uma candidatura própria. A posição definitiva deve ocorrer apenas no próximo ano, quando os tucanos também decidem qual nome será escolhido para disputar a presidência da República. O foco do partido são as eleições majoritárias e o retorno à presidência.

"Vamos marchar unidos para 2010. Diante do ambiente favorável, existem setores que defendem um candidato próprio, enquanto outros levantam a possibilidade de uma composição política. Como todas as decisões que tomamos, esta será feita através do diálogo, buscando a unanimidade", comenta o presidente estadual do PSDB, deputado federal Roberto Rocha.

Entre as possibilidades de apoio no Maranhão, estão PDT, PTC e PPS. Este último é uma das principais alianças dos tucanos a nível nacional. O DEM, outro aliado nesse cenário mais amplo, dificilmente integrará apoio regional, devido à oposição dos tucanos maranhenses ao partido aliado à governadora Roseana. Mesmo assim, o presidente estadual do PSDB prefere anunciar que cabe ao DEM examinar a conveniência.

"Estamos construindo uma equação política. Não depende de um só partido e dentro de um partido existem várias opiniões. Depende do diálogo, é a saliva que lubrifica essa engrenagem. Mas, estamos nos preparando para enfrentar qualquer desafio em 2010", ressalta.

Sobre a possibilidade do parlamentar disputar algum cargo nas próximas eleições, Roberto Rocha disse estar mais focado em seu trabalho na Câmara Federal. Contudo, afirmou que seu nome está à disposição da legenda. Como exemplo, ele citou o ano de 2002, quando, a pedido do partido, retirou a candidatura ao governo do estado e apoiou o pedetista Jackson Lago.


Fonte: O imparcial

SANTANA (AP) É CAMPEÃO DA COPA BRASIL NORTE


Caxias / Maranhão – A equipe do Santana Esporte Clube (AP) conquistou o título invicto da 12ª Copa Brasil Norte de Clubes, disputada durante cinco dias no ginásio Governador João Castelo, em Caxias (MA). Na partida final, o time dirigido pelo técnico Mário Sérgio Maués, venceu o São José (AP) por apenas dois pontos: 71 a 69 (30 a 31 no primeiro tempo). O cestinha do jogo foi o armador Pablo Costa, do Santana, com 23 pontos. Os principais pontuadores do São José foram o ala/pivô Marcelo Mãozão e o ala Felipe Rosa, ambos com 16 pontos.

Na disputa da medalha de bronze, o Uniara Basket Club (AC) ganhou do Paysandu (PA) por 89 a 81 (36 a 22). Os cestinhas foram o pivô Gastão Pinheiro, do Uniara, e o ala Gustavo de Souza, do Paysandu, com 24 e 22 pontos, respectivamente. E a Assembléia Paraense (PA) garantiu o quinto lugar ao derrotar o AD Mirante (MA) por 77 a 66 (39 a 24). O principal pontuador da partida foi o armador Júlio César Silva, do Mirante, com 21 pontos.

O cestinha da Copa Norte 2009 foi o armador Pablo Costa, do Santana, com 89 pontos. E o cestinha de 3 pontos foi Marcelo Mourão, do Uniara, com 14 cestas.

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

28/10/2009


Caxias / Maranhão – Pela primeira rodada da 12ª Copa Brasil Norte de Clubes, no ginásio Governador João Castelo, em Caxias (MA), o Santana (AP) derrotou o Caxias/Pingüim por 102 a 51 (57 a 18 no primeiro tempo). Os cestinhas foram João Guilherme, do Santana, e Anderson Soares, do Pingüim, com 17 pontos cada. O Uniara Basket (AC) superou a Assembléia Paraense (PA) por 80 a 61 (36 a 26). O cestinha do jogo foi Paulo Monteiro, da Assembléia, com 25 pontos. O São José (AP) venceu a AD Mirante (MA) por 97 a 76 (51 a 29). Os principais pontuadores foram Julio Cesar Silva, do Mirante, e Rodolfo Santos, do São José, com 25 e 19 pontos, respectivamente. E o Paysandu (PA) ganhou de WO da AE Raiz (AM), já que a equipe amazonense não contou com número suficiente de jogadores para a disputa, conforme o regulamento.

A segunda rodada terá os seguintes confrontos nesta quinta-feira: Uniara/Basket x AD Mirante (16h), São José x Assembléia Paraense (18h) e Caxias/Pinguim x Paysandu (20h).

De acordo com o regulamento da competição, na primeira fase, as oito equipes jogam entre si nos seus respectivos grupos. As duas primeiras colocadas de cada chave se classificam para a semifinal, no sistema de cruzamento olímpico: A1 x B2 e A2 x B1. Os ganhadores decidem o título (dia 1º de novembro, enquanto os perdedores disputam a medalha de bronze.

COPA BRASIL NORTE 2009
Local: Ginásio Governador João Castelo (Caxias / MA)

Grupo A: Paysandu EC (PA), Santana EC (AP), Caxias/AD Pingüim (MA) e AE Raiz (AM)

GRUPO B: São José (AP), Uniara Basket (AC), Assembléia Paraense (PA) e AD Mirante (MA)

1ª Rodada – Dia 28 de outubro

Paysandu (PA) WO no AE Raiz (AM)
AD Mirante (MA) 76 x 97 São José (AM) – 1º tempo: 29 x 51

Cestinhas: Júlio Cesar Silva (MIR) 25pts e Rodolfo Santos (SÃO) 19pts

Assembléia Paraense (PA) 61 x 80 Uniara/Basket (AC) – 1º tempo: 26 x 36

Cestinhas: Paulo Monteiro (ASS) 22pts e Herbert Coimbra e Marcel Mourão (UNI) 18pts

Caxias/Pingüim (MA) 51 x 102 Santana (AP) – 1º tempo: 57 x 18

Cestinhas: Anderson Soares (CAX) 17pts e João Guilherme (SAN) 17pts

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

COPA BRASIL NORTE COMEÇA NESTA 4ª FEIRA EM CAXIAS NO MARANHÃO


Começa nesta quarta-feira (28) a 12ª Copa Brasil Norte de Clubes, que será realizada no ginásio Governador João Castelo, na cidade de Caxias, no Maranhão. A competição será disputada por oito equipes representando os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão e Pará. Na primeira rodada jogam Paysandu (PA) x AE Raiz (AM), às 16h de Brasília; AD Mirante (MA) x São José (AP), às 18h;, Assembléia Paraense (PA) x Uniara Basket (AC), às 20h; e Caxias/Pinguim (MA) x Santana (AP), às 22h. O atual campeão é o Paysandu que venceu o São José por 89 a 60, na final de 2008.

A equipe de São José (AP) vem para a Copa Norte com muita vontade de vencer, motivada pelo vice-campeonato no Estadual do Amapá, em que perdeu a final para o Santana. Além de muito motivado, o técnico Eran Sherzer pretende subir no degrau mais alto do pódio ao lado das melhores equipes da região norte.

— Não tivemos muito tempo para treinar. Treinamos três vezes em Macapá e teremos mais dois treinos aqui em Caxias (MA). Como estamos vindo de um Estadual onde fomos vice-campeão, acumulamos bastante energia. A expectativa do time é a melhor possível. A palavra que define nossa equipe é o entrosamento e a comunicação, além de uma boa defesa e um contra-ataque rápido. Acredito muito que na fase semifinal estarão os times do nosso grupo, Santana (AP), Uniara (AC) e Paysandu (PA), que são equipes fortes e com muita tradição — explicou o técnico israelense, que vive no Brasil há nove anos e trabalha com basquete há quatro.

De acordo com o regulamento da competição, na primeira fase, as oito equipes jogam entre si nos seus respectivos grupos. As duas primeiras colocadas de cada chave se classificam para a semifinal, no sistema de cruzamento olímpico: A1 x B2 e A2 x B1. Os ganhadores decidem o título (dia 1º de novembro, enquanto os perdedores disputam a medalha de bronze.


COPA BRASIL NORTE 2009Local: Ginásio Governador João Castelo (Caxias / MA)
Grupo A: Paysandu EC (PA), Santana EC (AP), Caxias/AD Pingüim (MA) e AE Raiz (AM)
GRUPO B: São José (AP), Uniara Basket (AC), Assembléia Paraense (PA) e AD Mirante (MA)

1ª Rodada – Dia 28 de outubro
Paysandu x AE Raiz (16h)
AD Mirante x São José (18h)
Assembléia Paraense x Uniara/Basket (20h)
Caxias/Pingüim x Santana (22h)

2ª Rodada – Dia 29 de outubro
Uniara/Basket x AD Mirante (16h) Santana x AE Raiz (17h30),
São José x Assembléia Paraense (19h30)
Caxias/Pinguim x Paysandu (21h30)

3ª Rodada – Dia 30 de outubro
AE Raiz x Caxias/Pingüim (16h)
AD Mirante x Assembléia Paraense (17h30)
São José x Uniara/Basket (19h30)
Paysandu x Santana (21h30)

Dia 31 de outubro
Disputa de 5º a 8º
A3 x B4 (16h) e B3 x A4 (17h30)

Fase Semifinal
A1 x B2 (19h30) e B1 x A2 (21h30)

Rodada Final – Dia 1º de novembro
10h00 – Disputa de 7º e 8º lugares
17h30 – Disputa de 5º e 6º lugares
19h30 – Disputa da medalha de bronze
21h30 – Disputa da medalha de ouro

OBS: Horário de Brasília (Maranhão não tem horário de verão)



CAMPEÕES DA COPA NORTE
1997 – SER São José (AP)
1998 – SER São José (AP)
1999 – Esporte Clube Macapá (AP)
2000 – Trem Desportivo (AP)
2001 – SER São José (AP)
2002 – Clube do Remo (PA)
2003 – AABB/Amapá (AP)
2004 - SER São José (AP)
2005 – CNPJ (AP)
2007 – SER São José (AP)
2008 – Paysandu SC (PA)

Fonte: CBB

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Política: Selado acordo político entre Chico Cunha e Roseana.

O prefeito de Tuntum, Chico Cunha, não está mais a ‘deriva’, é o que pensa o vereador Magno Milhomem com o recente acordo político feito pelo prefeito com a governadora. ‘Todos os prefeitos anteriores estiveram do lado do governo, somente o Chico Cunha é que deve ser oposição’, indagou Milhomem num bate papo entre colegas na câmara. Magno me detalhou passo a passo os caminhos que foram trilhados para que o prefeito tomasse essa decisão, uma delas seria a entrada de investimentos no município prometidos pela governadora, como a recuperação do Piscinão, projeto de revitalização de parte do Riacho Tuntum, completo funcionamento do Centro de Imagem com a administração do município e outras obras que ainda não foram divulgadas.
A pergunta mais freqüente nesse momento na cidade é como vai ficar a relação política entre o prefeito Chico Cunha e o ex-prefeito Cleomar Tema. Segundo Magno Milhomem, Cleomar Tema deu liberdade ao prefeito a procurar o melhor caminho para o município que precisa de investimentos. O ex-prefeito teria aconselhado Chico Cunha a procurar a governadora logo após a sua posse, fato que não aconteceu. Milhomem acrescentou que Tema também iria participar da aliança, mas de última hora desistiu em razão de compromissos com membros de seu grupo. O acordo político feito, ainda segundo Milhomem foi de ‘cabo a rabo’, ou seja, o prefeito dará seu incondicional apoio aos candidatos do grupo da governadora, incluindo deputado estadual e federal. ‘O Chico não tinha outro caminho, está em jogo o melhor pra Tuntum’, disse Magno Milhomem.
O vereador disse que com essa inevitável aliança o grupo ‘trincou’, podendo muita coisa acontecer no andar da carruagem. Do meu lado (blogueiro) estava também o presidente da Câmara, vereador Manoel Paca e a ele perguntei sobre sua postura daqui pra frente. Paca disse estar com o prefeito assim como os demais vereadores do bloco, Orleans Moreira, José do Feliciano e Leda Bílio, com exceção Marcos Cunha e Jaidran Brito. O presidente afirmou que o grupo já está trabalhando o nome dos futuros candidatos que poderão ser apoiados, um deles é Sarney Filho, que já tem encontro marcado com as lideranças do grupo. O outro provável nome de pretensões do grupo, de acordo com Milhomem, é o do secretário de Saúde, Ricardo Murad.
‘Trincando” ou não o grupo, o município não pode parar e ficar limitado aos parcos recursos do Fundeb, que é restrito a educação, FPM, que ultimamente vem sofrendo quedas e recursos da saúde. O prefeito Chico Cunha não poderia tomar um posição egoísta ou unilateral, mas sim coletiva, em que todos estejam inseridos em um projeto de desenvolvimento com aquisição de recursos que supra as necessidades mais urgentes de todos, como por exemplo, a abertura do Centro de Imagem que vai atender Tuntum e toda região, inclusive pacientes do Socorrão. Entre muitos que converso diariamente, sem titubear, todos concordam com a atitude do prefeito em tomar essa decisão e em buscar o melhor caminho, no momento, pra Tuntum.


Fonte: Blog do Lobão

MINHA OPINIÃO
Quando Dr. Tema foi convidado a assinar ficha de filiação partidária no PV (partido Verde) que no estado é controlado por Sarney Filho, ouve a interceptação de tal filiação por parte de Dr. Humberto, Flávio Dino e Zé Reinaldo. A estas alturas tudo leva a crer que estavam acertados entre sí: Dr. Tema, Chico Cunha e Vereadores a irem juntos. Com a interceptação Dr. Tema recuou, trouxe consigo três Vereadores e pernaneceram aliados ao grupo de oposição à Roseana e Ricardo Murad. Como Dr. Chico Cunha já estava por lá mesmo (não sei em que partido)fincou pé e não arredou e levou a tiracolo os vereadores que todos já conhecem e sabem seus destinos políticos. Para Dr. Chico Cunha foi uma boa ida, pois daí em frente acabará os embargos financeiros para a Prefeitura. Resta saber se nessa mexida o que poderá acontecer nas próximas eleições pro governo, pro senado e pra deputados federal e estadual. Uma fonte já informou que para federal Dr. Chico Cunha ficará levantando a bandeira de Sarney Filho, e prá estadual?, e para o Governo, se vingar mesmo fielmente o acordo é claro que dará Roseana na balança do prefeito. Agora vamos aos cálculos políticos. Quem dará votos ao Dr. Tema? o povo ou o prefeito. É só esperar prá ver o desenrolar dos fatos prá que se veja se a aliança municipal continua firme ou não passa somente de jogo de cena. Uma coisa é certa: Já existia um pré acordo em que Dra. Cleide não entraria em Tuntum disputando votos e abrindo-se aí o espaço pra Dr. Tema. E onde fica Ricardo Murad nesta história?. Gato escaldado tem medo de água gelada. Prá concluir fica aí a dúvida que não quer calar: Onde entre Pires Léda com Max Barros na jogada e se ouver a ruptura quem Dr. Chico Cunha apoiairia para Estadual?. É aí que eu acho que entra Ricardo Murad no jogo.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

PF desmonta farsa do grupo Sarney contra Jackson e Julião

A Polícia Federal chegou à conclusão de que não passou de uma farsa o suposto crime eleitoral denunciado por Mimi Cutrim contra o deputado Julião Amin e o então candidato da Frente de Libertação, Jackson Lago, nas eleições de 2006. Por conta desta constatação, o Ministério Público Federal (MPF) requereu o arquivamento do inquérito policial instaurado para apurar o suposto crime eleitoral.

De acordo com a denúncia, o deputado federal Julião Amin (PDT) teria oferecido dinheiro ao ex-prefeito de Olinda Nova, Almir Pereira Cutrim, além de prometer-lhe um cargo de secretário de Estado, em troca de apoio à candidatura de Jackson Lago ao Governo do Maranhão.

A denúncia feita por Mimi Cutrim, na campanha eleitoral de 2006, foi desmentida por todas as pessoas ouvidas em inquérito realizado pela Polícia Federal. O Ministério Público entendeu que os depoimentos dados à PF são uma comprovação de que os fatos aconteceram de modo diverso do que relatado por Mimi Cutrim.

Segundo consta no inquérito da Polícia Federal, foi Mimi Cutrim quem procurou membros da coligação "Frente de Libertação do Maranhão", dizendo-se magoado com a falta de apoio de Roseana Sarney à sua candidatura de deputado estadual, e que no segundo turno estaria disposto a mudar de lado e apoiar Jackson Lago. A PF concluiu que as gravações de reuniões, que teriam sido feitas por Almir Cutrim, não se revelaram idôneas pela perícia técnica.

O pedido de arquivamento do inquérito é assinado pelo procurador-geral da República, Roberto Monteiro Gurgel Santos, e pela subprocuradora-geral Cláudia Sampaio Marques. Eles argumentam que "dada a ausência de indícios sérios da existência do fato objeto da investigação, o Ministério Público não vê justa causa para a realização de eventuais diligências investigatórias".

Ao requerer o arquivamento dos autos, o MPF ressalta que, "no período em que a investigação tramitou na Polícia Federal, no Estado do Maranhão, foram realizadas as diligências possíveis para a investigação do fato, sem sucesso".

O deputado Julião Amin foi ouvido ontem pela reportagem do Jornal Pequeno sobre o pedido de arquivamento do inquérito: "Nós tínhamos a certeza de que seria este o resultado. O que aconteceu, neste caso, foi uma grande trapaça do grupo Sarney usada, à semelhança do caso Reis Pacheco, para tentar enganar o povo do Maranhão. Mas toda esta trama acaba de ser desmascarada agora pela Procuradoria da República", afirmou Julião.

Ele lembrou que Mimi Cutrim, autor da falsa denúncia, recebeu uma premiação do grupo Sarney: ele foi nomeado assessor especial da governadora Roseana Sarney, logo após a cassação do mandato do governador Jackson Lago.


Fonte: Jornal pequeno

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Seminário da FAMEM reuniu Prefeitos em Caxias



Às 9:30 horas da manhã de ontem foi aberto no município de Caxias no auditório do Hotel Alecrim o Seminário da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), “Oportunidades locais na crise global”

A mesa de abertura foi composta pelo presidente da entidade prefeito Raimundo Lisboa; vice-presidente da Famem e prefeito de Gonçalves Dias, Valdilson Dias; prefeito de Caxias e anfitrião do evento Humberto Coutinho; Júnior Martins, vice-prefeito; prefeito de Coroatá, Luís da Amovelar; Juarez Lima, secretário geral da Famem;Gildásio Ângelo da Silva, tesoureiro geral e o secretário de controle externo do Tribunal de Contas da União, Carlos Wellington de Almeida.

Declarado aberto o encontro por Raimundo Lisboa, o prefeito Humberto Coutinho destacou a importância da reunião no sentido de polarizar as ações comuns entre as diversas prefeituras do Estado. Segundo Coutinho, o Seminário serve ao reordenamento das idéias e à busca de orientação e aprimoramento dos conhecimentos dos gestores municipais, seus assessore e secretários municipais.

O vice-presidente Valdilson Dias falou de sua emoção em participar do Seminário na qualidade de filho de Caxias e representante do município de Gonçalves Dias. Valdilson entende que o encontro se faz muito mais importante diante das dificuldades financeiras que os municípios vivem nos dias de hoje.

Para o vice-prefeito de Caxias, Júnior Martins, é preciso fortalecer a máquina arrecadadora dos municípios maranhenses, a forma de cobrar das prefeituras. Martins elogiou o processo de interiorização da Famem da qual, segundo ele só se havia falar em São Luís.

O prefeito de Icatu e secretário geral da Famem, Juarez Lima destacou a liderança e determinação com que o prefeito de Bacabal, presidente da Famem, Raimundo Lisboa vem conduzindo a entidade. Juarez voltou a pregar uma maior aproximação da Famem com órgãos como Advocacia Geral da União, Controladoria Geral da União e Tribunal de Contas da União. “Nossos prefeitos ,gparecem ter medo dos órgãos de controle do Estado e do Governo Federal e não há razão para isso” disse.

O tesoureiro da Famem, Gildásio Ângelo da Silva, afirmou que a Famem mais uma vez está cumprindo seu papel de buscar soluções para os municípios. “A Famem como entidade precisa ser forte, é preciso valorizar a Famem. Ela deve ser o nosso pilar, independente das crises e bandeiras políticas”. afirmou. Gildásio acha que passada a eleição os prefeitos todos devem se unir em torno da entidade inclusive para discutir o municipalismo que deve ser tratado como problema da Federação.

O secretário de controle externo do Tribunal de Contas da União, Carlos Wellington de Almeida dirigiu-se aos prefeitos afirmando que o TCU não sente nenhuma alegria em rejeitar contas dos municípios. Wellington falou da crise existente nos municípios ensinando que para ela existem muitas formas de superação mas condenou algumas soluções encontradas que preocupam Condenou, por exemplo, a concorrência predatória por recursos entre prefeituras.
fonte: AGÊNCIA FAMEM

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Morre em São Paulo, o deputado estadual Pedro Veloso


SÃO LUÍS - O deputado estudal Pedro Aristoteles Sousa Veloso (PDT) morreu na madrugada desta quarta-feira (7), em São Paulo (SP), onde estava internado fazendo um tratamento de saúde. Há pelo menos um ano, o deputado estudual lutava contra a leucemia.

O deputado estadual Pedro Veloso já havia feito tratamento para a leucemia, quando houve uma melhora no seu quadro. Pedro Veloso, chegou a fazer um transplante de medula, quando ainda voltou a trabalhar na Assembleia Legislativa. Contudo, no último mês, o seu quadro piorou. Desde ontem, o deputado estudal estava em coma.

O deputado Pedro Veloso era pecuarista e estava em sua segunda legislatura. Nesta última, ele assumiu a vaga da ex-deputada estadual Maura Jorge, como 1º suplente. Na vaga de Veloso deve assumir o suplente Chico Leitoa (PDT).

A notícia do falecimento do deputado Pedro Veloso foi recebida na manhã de hoje, pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Tavares (PSB). A sessão ordinária da Assembleia Legislativa foi suspensa, assim como as duas audiências públicas programadas para esta semana, entre elas, a sobre a Refinaria Premium.

Ainda não há informações sobre o translado do corpo do deputado Pedro Veloso de São Paulo para São Luís. Também ainda não se tem informações sobre o velório. De acordo com o presidente da Assembleia, o deputado estadual poderá ser velado na sede da Casa.

Depoimentos

O deputado Carlos Braide, que foi colega de partido do deputado Pedro Veloso, disse que recebeu a notícia da morte do parlamentar com muita tristeza. "Achávamos que Pedro Veloso estivesse tendo sucesso no tratamento em São Paulo. Fomos surpreendidos com a notícia de sua morte. Só nos resta chorar a perda do companheiro de parlamento", declarou.

O deputado Edvaldo Holanda também lamentou a morte do deputado Pedro Veloso. "A morte é uma estrada inevitável a todos nós. Por essa estrada caminha a partir de hoje o companheiro Pedro Veloso. Um grande amigo, um parlamentar combativo, um exemplo de fidelidade. Ele deixa saudades a todos nós. A nossa oração é para que Deus possa consolar os corações, principalmente, a dos familiares na hora de extrema perda para todos nós", ressaltou.

Por: Imirante

POLÍCIA FEDERAL LANÇA CAMPANHA 'MINHA ARMA É LEGAL'


A Polícia Federal do Maranhão, em parceria com o Conselho de Segurança do Meio-Norte (Comen), lança hoje (7) a campanha "Minha arma é legal". O objetivo é promover a interiorização do recadastramento ou entrega voluntária de armas de fogo nas cidades do interior do Estado, por onde passarão as caravanas da campanha.
Sobre o assunto, o Bom Dia Mirante conversou com o superintendente em exercício da Polícia Federal, Eugênio Coutinho.

Fonte: Imirante.com

TRE cassa prefeito de Jenipapo dos Vieiras



A Corte Eleitoral decidiu, por unanimidade, e de acordo com o parecer do Ministério Público, cassar o prefeito e vice de Jenipapo dos Vieiras, Geancarlos Oliveira Albuquerque e Jeferson Oliveira Nepomuceno, por abuso de poder político e econômico (art.73 da Lei 9.504/97).

A Corte determinou, ainda, a permanência do prefeito no cargo até o julgamento dos recursos no Tribunal.
(Da Ascom / TRE-MA)

terça-feira, 6 de outubro de 2009

MARANHENSE DE MIRADOR É CANDIDATO À PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA



A história política do Maranhão soma em seus capítulos quatro nomes de políticos maranhenses que já estiveram envolvidos, nos últimos 25 anos, nas disputas pelo mais alto cargo político do executivo nacional. Foram dois candidatos a vice-presidentes da República, José Antônio Almeida (vice de Garotinho em 2002) e Gardênia Gonçalves (vice de Esperidião Amin em 1994), uma pré-candidata, Roseana Sarney (pelo extinto PLF, esqueceu a candidatura em razão do escândalo Lunus na empresa da família) e um presidente, José Sarney (1985-1990), guindado ao posto pela fatalidade da morte do titular, Tancredo Neves.

Livre às críticas quanto aos posicionamentos políticos e direcionamentos partidários, personagens maranhenses, em contextos distintos estão taquigrafados na política nacional. Nas eleições de 2010, mais um maranhense será presidenciável: Oscar Silva, lançado como pré-candidato pelo Partido Humanista da Solidariedade (PHS).

Nascido em Mirador, interior do Maranhão, aos 54 anos, Oscar Silva migrou em setembro de 1961, para a cidade de Imperatriz, segunda maior do estado, onde viveu até os 17 anos de idade, quando então foi mandado pela mãe para a capital federal para estudar. Morou com a única irmã em Brasília sob as bênçãos da mãe interiorana e já viúva, que preferiu ver o filho longe a tê-lo sem perspectiva por perto. “Tive muita dificuldade de conseguir emprego, fui dispensado do Exército por ser arrimo de família e comecei a trabalhar numa empresa como apontador e depois como vendedor, fui datilógrafo e em 1978 passei no concurso do Banco do Brasil, onde fui funcionário por 14 anos”, lembra Oscar Silva.

Em 1982, já formado em Direito pela Universidade do Distrito Federal foi contratado como professor pela mesma faculdade, onde lecionou por oito anos até ser contratado pelas faculdades integradas do Distrito Federal. Em 1995 com a morte da mãe passou a se dedicar exclusivamente ao escritório de advocacia construído desde 1983). Casado, pai de quatro filhos, já avô de um neto, Oscar Silva é o pré-candidato a presidência da República.
por:Kássia Brito
O Imparcial

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

PC do B LANÇA FLÁVIO DINO AO GOVERNO DO MARANHÃO


Faltando um ano para os maranhenses irem às urnas, começam a ser definidos os prováveis protagonistas da disputa pelo governo do Estado em 2010. Roseana, Lobão, Jackson Lago, Roberto Rocha, Flávio Dino. Estes são alguns dos nomes apontados como pré-candidatos ao Palácio dos Leões.No último fim de semana, a 11ª Conferência Estadual do PC do B referendou o deputado federal Flávio Dino como candidato do Partido ao governo do Estado e o elegeu presidente do Diretório Estadual no Maranhão.

Desde que conquistou uma vaga na Câmara Federal em 2006, obtendo ótima votação, Flávio Dino não conhece a palavra indiferença. Todos sempre manifestam-se sobre ele, seja através de elogios ou ataques. Para uns é a única opção de renovação na política do Estado. Mas há quem o acuse de um velho pecado: "paquerar" sarneysismo. Setores do grupo Sarney não o perdoam por ter entre seus aliados o ex-governador José Reinaldo Tavares.

Parlamentar de primeiro mandato, o ex-magistrado, cuja biografia inclui a militância no movimento estudantil na Universidade Federal do Maranhão, onde formou-se em Direito, Flávio Dino admite em entrevista exclusiva a O IMPARCIAL que o único cenário vislumbrado em 2010 é a candidatura para governador.

Com um discurso cartesiano, herança da formação jurídica, ele fala sobre os governos Jackson e Roseana, tece elogios ao PT e chama de "fofocas", os ataques e criticas dos quais é alvo. Embora reconheça de que conviverá com isto no ano que vem, durante o calor da campanha, garante que não responderá com a mesma moeda.

Fonte: O imparcial

domingo, 4 de outubro de 2009

Ivete Sangalo dá a luz ao seu primeiro filho


Nasceu nesta sexta-feira (2), o primeiro filho da cantora Ivete Sangalo. Os médicos fizeram uma cesariana para realizar o parto do bebê de 4kg. O menino se chamará Marcelo. Ele é filho da cantora com o estudante de nutrição Daniel Cady.

O parto ocorreu por volta das 21h no Hospital Português, em Salvador. Tanto Ivete quanto a criança passam bem, mas não têm previsão de alta. O pai do garoto acompanhou o trabalho dos médicos.

Fonte: O imparcial

ACUDENTE NA BR 226 MATA DUAS PESSOAS E DEIXA FERIDOS

Um grave acidente ocorrido ontem (03) na BR-226 próximo a entrada da cidade de Sen. Alexandre Costa vitimou fatalmente duas pessoas que viajavam em um veículo ECOSPORT que pertence à proprietária da loja Por do Sol em Caxias. As duas pessoas que morreram no acidente foram o popularmente conhecido "Bolacha" e uma moça amiga da família da proprietária da loja que a reportagem não teve até o momento acesso ao nome. Sairam ainda feridos o filho da dona da Loja Por do Sol Pablo que fraturou uma das pernas e encontra-se internado e já passou por uma cirurgia em Teresina(PI) e a mãe dele e proprietária da loja Dona Aracélia, que sofreu escoriações, e, ambos se encontram em estado estável sem correrem risco de morte.
Os passageiros e o motorista do veículo se dirigiam à cidade de Colinas onde seria realizada a inauguração de mais uma filial da loja Por do Sol que atua no ramo de fotografias e vendas de equipamentos fotográficos e celulares da OI. Nossa reportagem está checando maiores informações para que possamos divulgar neste Blog.

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

FLÁVIO DINO É O QUARTO MELHOR DEPUTADO FEDERAL DO PAÍS

O deputado federal Flávio Dino(PCdoB) é o quarto melhor do Brasil segundo avaliação feita por 176 jornalistas que cobrem o Congresso Nacional. A divulgação foi feita hoje pela manhã pelo site Congresso em Foco, que anualmente promove a escolha dos melhores parlamentares do país.

Este ano a senadora Marina Silva(PV) e o deputado Chico Alencar(PSol) encabeçam as listas para o Senado e Câmara, respectivamente. Além de Flávio Dino, somente o deputado Sarney Filho (PV), com cinco votos, conseguiu figurar na lista entre os 18 deputados da bancada maranhense.

No terceiro ano de mandato, Flávio Dino consegue a proeza de um “tri-campeonato” no Congresso em Foco. Em 2007, o deputado comunista foi o único novato a figurar entre os 20 mais pontuados e obteve a terceira colocação entre os internautas. Em 2008 repetiu a dose, ampliando a pontuação entre os jornalistas que o colocaram como o terceiro parlamentar que mais se destacou no combate à corrupção; e agora ele obtém a 4ª colocação na votação da imprensa.

Além do “tri-campeonato” no Congresso em Foco, Flávio Dino também foi apontado pelo terceiro ano consecutivo como um dos “100 parlamentares mais influentes do Congresso”, conforme levantamento feito pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar(DIAP).

Abaixo a lista completa dos escolhidos para o Prêmio Congresso em Foco:

Câmara dos Deputados
Chico Alencar (Psol-RJ) - 60 votos
Gustavo Fruet (PSDB-PR) - 56 votos
Fernando Gabeira (PV-RJ) - 42 votos
Flávio Dino (PCdoB-MA) - 37 votos
Antonio Carlos Biscaia (PT-RJ) - 36 votos
Michel Temer (PMDB-SP) - 31 votos
Maria do Rosário (PT-RS) - 26 votos
Mauricio Rands (PT-PE) - 25 votos
Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) - 24 votos
Luiza Erundina (PSB-SP) - 18 votos
Henrique Fontana (PT-RS) - 18 votos
ACM Neto (DEM-BA) - 14 votos
José Carlos Aleluia (DEM-BA) - 14 votos
Beto Albuquerque (PSB-RS) - 13 votos
Ivan Valente (Psol-SP) - 13 votos
Arnaldo Madeira (PSDB-SP) - 11 votos
Ronaldo Caiado (DEM-GO) - 11 votos
Aldo Rebelo (PCdoB-SP) - 8 votos
Miro Teixeira (PDT-RJ) - 7 votos
Manuela d’Ávila (PCdoB-RS) - 7 votos
Luciana Genro (Psol-RS) - 6 votos
Júlio Delgado (PSB-MG) - 6 votos
José Eduardo Cardozo (PT-SP) - 6 votos
Dr. Rosinha (PT-PR) - 6 votos
Sarney Filho (PV-MA) - 5 votos
Vicentinho (PT-SP) - 5 votos
Rita Camata (PSDB-ES) - 5 votos
Senado Federal
Marina Silva (PV-AC) - 89 votos
Demóstenes Torres (DEM-GO) - 84 votos
Pedro Simon (PMDB-RS) - 72 votos
Cristovam Buarque (PDT-DF) - 63 votos
Renato Casagrande (PSB-ES) - 53 votos
Eduardo Suplicy (PT-SP) - 45 votos
Paulo Paim (PT-RS) - 42 votos
Flávio Arns (sem partido-PR) - 42 votos
Alvaro Dias (PSDB-PR) - 40 votos
Aloizio Mercadante (PT-SP) - 37 votos
Arthur Virgílio (PSDB-AM) - 37 votos

Fonte: Congresso em foco

Caxias: TENTATIVA DE ASSALTO À UNIVERSITÁRIA DA UEMA TEM ASSALTANTE BALEADO

Um jovem foi baleado depois de praticar assalto a universitários no centro da cidade de Caxias. O assaltante abordou um grupo de jovens que saía da UEMA, no campus de saúde, nas proximidades da Fundação Humberto Coutinho.

O assaltante estava em uma bicicleta e rendeu uma das universitárias, apontado-lhe um revolver. Um policial, à paisana, passava pelo local no momento do assalto e atirou no bandido. O tiro pegou de raspão e o jovem ainda conseguiu correr, entrando na casa de um morador. Com a chegada da Polícia, o assaltante foi rendido e levado ao Hospital Geral.

Nenhum universitário ficou ferido.

Fonte: Portal Noca

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

VEREADORA THAÍS COUTINHO APRESENTA PROPOSTAS NA CÂMARA DE CAXIAS


A Vereadora Thaís Coutinho apresentou dia 23 último, três propostas que deverão ser aprovadas no início da próxima semana no plenário da Câmara Municipal de Caxias. A primeira trata de solicitação ao Prefeito Dr. Humberto que determine ao Secretário de Obras Dr. Vinicius Leitão a raspagem das ruas do bairro São Pedro, e, a segunda que sejam feitas as reformas nos banheiros públicos do estádio Duque de Caxias. Na terceira proposta a Vereadora Thaís solicita ao Presidente da Câmara Municipal de Caxias, Vereador Antonio Luis que agende audiência pública com alunos, coordenadores de cursos e o Diretor do SESC/UEMA afim de tratarem de assuntos ligados à melhoria do ensino e a estrutura nos cursos de medicina e enfermagem de Caxias.
Ainda na sessão de ontem (30.09) a Vereadora Thaís Coutinho participou da audiência pública com Gerentes das agências bancárias e casas lotéricas de Caxias na Câmara Municipal, onde foram tratados de assuntos ligados ao atendimento ao público e o cumprimento da Lei Municipal que obriga as instituições financeiras de Caxias a atenderem os clientes no máximo em trinta minutos, fazendo com que as centenas de clientes deixem de ficar horas a fio em filas intermináveis. Foi tratado ainda do projeto de autoria do Vereador Ricardo Marques que obriga as agências bancárias de Caxias a dotarem suas dependências de banheiros públicos para atendimento dos clientes.

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

MORRE EM BRASÍLIA EX-GOVERNADOR DO PIAUÍ, ALBERTO SILVA


Morreu em Brasília, na madrugada desta segunda-feira (28), o deputado federal e ex-governador do Piauí Alberto Silva, 91 anos. Ele se encontrava doente há vários meses, na luta contra o câncer na próstata. Seu estado de saúde piorou nos últimos dias. Ontem, domingo, ele foi internado em hospital em Brasília para fazer uma endoscopia, tendo problemas com infecção pulmonar. A família providenciou o seu traslado para Teresina e seu sepultamento ocorreu ontem (29) em Parnaíba.

O deputado federal Alberto Silva faria 92 anos no dia dez de novembro próximo. Ele deixa viúva Dona Florisa Silva. Ele tinha oito filhos: Marcos, Carolina, Patrícia, Cláudio, Juliana (recentemente falecida), Paulo, Suzana e Maria Lúcia.

Com sua morte, quem assume a cadeira na Câmara dos Deputados é o primeiro suplente, Themístocles Sampaio Pereira.

O político mais completo do Piauí em todos os tempos

Filho de João Tavares da Silva e de Evangelina Rosa e Silva era engenheiro civil formado pela Escola de Engenharia de Itajubá, foi engenheiro-chefe dos Serviços de Transportes Elétricos da Estrada de Ferro Central do Brasil no Rio de Janeiro entre 1941 e 1947.

Filiado a UDN, foi eleito Prefeito de Parnaíba em 1948 e deputado estadual em 1950, renunciando ao mandato após ser nomeado diretor da Estrada de Ferro de Parnaíba (1951/1953). Eleito prefeito de Parnaíba pela segunda vez em 1954, retornou à direção da respectiva estrada de ferro em 1960. No ano seguinte foi nomeado diretor-técnico da Companhia de Força e Luz de Parnaíba e depois passou a residir no Ceará onde dirigiu a Companhia de Eletricidade do Ceará (1962/1970) nos governos de Parsifal Barroso, Virgílio Távora e Plácido Castelo.

Em 1970 retornou ao Piauí e foi indicado governador (ARENA) pelo presidente Emílio Garrastazu Médici numa ação onde foram preteridos o Coronel Stanley Batista e Bernardino Viana, este último vinculado a Petrônio Portela. Ao deixar o Palácio de Karnak em 1975, coordenou o Programa de Desenvolvimento Industrial e Agrícola do Nordeste (Polonordeste) e em 1976 foi nomeado presidente da Empresa Brasileira de Transportes Urbanos (EBTU). Numa das mais renhidas disputas eleitorias da história do Piauí foi eleito primeiro suplente do senador Dirceu Arcoverde em 1978, sendo efetivado em março de 1979 após a morte do titular. Findo o bipartidarismo ingressou no Partido Popular e logo depois no PMDB em razão da incorporação entre as duas legendas decidida em convenção nacional no ano de 1981.

Em 1982 perdeu a eleição para governador do Piauí para o deputado federal Hugo Napoleão obtendo sucesso em 1986 quando foi eleito com o apoio de seus antigos adversários do PDS derrotando Freitas Neto. Após deixar o governo foi candidato a Prefeito de Teresina em 1992 numa eleição vencida em primeiro turno por Wall Ferraz que fora seu candidato a governador dois anos antes. Em 1994 foi eleito deputado federal e, em 1996, perdeu em segundo turno em mais um pleito para a prefeitura de Teresina, desta vez para Firmino Filho. Em 1998 foi eleito senador tendo na sua primeira suplência seu filho Marcos Silva e em 2004 foi nomeado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva para o Conselho da República sendo eleito em 2006 para o seu segundo mandato de deputado federal.

Derrotado por uma ampla coligação oposicionista em 1986, o PFL reaglutinou suas forças e nisso seus maiores líderes foram aquinhoados com cargos no Governo Federal: dias antes da posse do novo governador, o Ministro das Comunicações Antônio Carlos Magalhães nomeou Freitas Neto presidente da TELEPISA (Telecomunicações do Piauí S/A) e em outubro Hugo Napoleão foi escolhido Ministro da Educação do Governo Sarney. Assim os pefelistas elegeram o maior número de prefeitos e vereadores em 1988 enquanto Alberto Silva enfrentava forte oposição interna ao se opor à candidatura de Heráclito Fortes para prefeito de Teresina, o que fomentou uma dissidência partidária liderada pelo professor Raimundo Wall Ferraz. Nas eleições presidenciais de 1989 a maioria das lideranças políticas do estado cerrou fileiras em torno da candidatura de Fernando Collor à Presidência da República, caminho seguido também por Silva.

Alheios à crise peemedebista Chagas Rodrigues, Paulo Silva e José Reis Pereira se filiaram ao PSDB sendo seguidos por Wall Ferraz em 1990. Este último logo se recompôs com Alberto Silva dele recebendo apoio para se candidatar ao governo, porém sua derrota em segundo turno diante de Freitas Neto sepultou as pretensões de ambos. Reforçados pelo prefeito Heráclito Fortes, os aliados de Freitas Neto fizeram de Lucídio Portela senador e elegeram sete deputados federais e dezesseis estaduais ao passo que os "wallistas" elegeram três deputados federais e treze estaduais. Já os petistas sacramentaram Nazareno Fonteles o primeiro dos seus com assento na Assembléia Legislativa ao passo que o PMN apresentou Francisco Macedo como candidato a governador.

Fonte: Portal AZ

terça-feira, 29 de setembro de 2009

DEP. CLEIDE ASSINA FILIAÇÃO AO PSB


A Deputada Cleide Coutinho assinou nesta terça feira, dia 29, a ficha de filiação ao Partido Socialista Brasileiro, PSB. O ato aconteceu no Plenarinho da Assembléia Legislativa do Maranhão, o evento contou com a presença de várias autoridades, dentre elas a do Prefeito de Caxias Humberto Coutinho, do Vice Prefeito e Presidente do Partido do PSB em Caxias, Junior Martins, do Presidente da Assembleia Legislativa e membro do Partido o Deputado Marcelo Tavares, do ex-governador do Maranhão José Reinaldo Tavares, dos Deputados Marcos Calda e Rubens Junior que filiou-se ao PC do B, além destas autoridades estiveram ainda presentes, o Deputado Federal Flavio Dino, o Prefeito de São Domingos do Maranhão Kleber Tratozão, a Prefeita de Matões Dona Suely, ex Deputado Rubens Pereira, ex Prefeito de Tuntum Dr. Tema e do Prefeito de Tuntum Chico Cunha.

Durante o evento discursaram o Prefeito de Caxias Dr. Humberto Coutinho, falando da sua satisfação deste momento da filiação dos Deputados Cleide Coutinho no PSB e Rubens Junior no PC do B, para a política do Estado do Maranhão. O Presidente do PSB em Caxias Junior Martins destacando a união do grupo para as próximas eleições e da sua grande satisfação em participar deste ato e de recepcionar a Deputada Cleide Coutinho ao PSB. O Presidente da Assembleia Deputado Marcelo Tavares, que destacou em seu discurso a importância de juntos caminharem para melhorar a vida do povo maranhense, e de sua imensa felicidade em estar presente a este ato e em caminharem juntos e na mesma direção por acreditar ser o mais importante.

A Deputada Cleide Coutinho explicou o motivo da sua decisão ao mudar de partido e a sua escolha ao se filiar ao PSB, pois o Partido fala de equidade, igualdade social em ajudar o povo, a Parlamentar salientou ainda que foi eleita Deputada pelo trabalho brilhante das pessoas que a apoiaram, e que a política é grupo e não o trabalho de uma pessoa só.

Tenho trabalho social, de saúde, que me reputo e me orgulho, fui médica durante 20 anos, ajudei o povo. Construímos o primeiro Hospital o qual realizou o primeiro transplante de rim no Maranhão. Fui ainda Secretaria de Saúde e de Assistência Social em Caxias, que hoje é modelo em ajudar o povo, por isso me sinto com capacidade, competência de entrar nesse partido que cuida tão bem do nosso povo, que tem proposta, tem trabalho, quero fazer parte desse grupo, quero ajudar o Maranhão a encontrar o lugar que merece que precisa e que lhe é devido, estou aqui me propondo a trabalhar cada vez mais com os grupos, pois nós com certeza podemos trazer para o Maranhão dias melhores, finalizou Cleide Coutinho.

O ex governador José Reinaldo Tavares salientou a importância da filiação dos Deputados Dra. Cleide Coutinho e Rubens Jr, e destacou a união dos partidos para o Maranhão, e o Deputado Federal Flavio Dino que finalizou o evento saudando aos companheiros do PSB e aos Membros do PC do B, as autoridades presentes, e a Deputada Cleide Coutinho quando destacou o “casamento” da Deputada com o partido PSB o qual, para o Parlamentar é um partido “irmão”, salientando ainda que para ele a Deputada Cleide terá dupla filiação pois no PSB é legal e no PC do B e sentimental.
Por: Lívia Vilarinho/Da Assessoria

SUPLENTES DE VEREADOR TENTAM ASSUMIR EM CAXIAS


Em virtude da promulgação, na quarta-feira (23), da PEC (Projeto de Emenda Constitucional) que aumentou o número de vereadores em todo Brasil, os suplentes eleitos nas eleições de 2008 em Caxias vêm se reunindo nos últimos dias para definirem a forma com a qual solicitarão o cumprimento da Norma Constitucional.

"Estaremos, ainda hoje, protocolando solicitação ao Presidente da Câmara Municipal de Caxias onde lhe será requerido o cumprimento imediato da PEC aprovada na última quarta-feira", afirma o suplente Adelmo Soares.

O grupo de suplentes têm pleiteado a posse imediata fundamentados no parecer do ex-ministro do STJ e TSE, José Delgado, que defende que a Emenda Constitucional deverá ter vigência imediata e que nenhum presidente do poder legislativo municipal pode criar embaraços para a posse dos vereadores considerados eleitos e diplomados.

"Acompanhamos nos últimos dias as câmaras legislativas de todo Brasil dando posse aos suplentes, que a partir da aprovação do texto legal devem ser considerados como eleitos.", defende o também suplente Charles James.

"Desde sua aprovação, a PEC faz parte de nosso ordenamento jurídico, e, até posicionamento jurisprudencial em contrário, deve ser cumprida assim como todo dispositivo legal em um Estado Democrático de Direito", sentencia o suplente Ronaldo Chaves.
Fonte: Portal Noca

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Caxias: Câmara vai julgar contas de ex-prefeito.

Na sessão desta quarta feira a câmara municipal de Caxias aprovou depois de analise o projeto de autoria dos vereadores Manoel da Caçamba e Helton Mesquita que pede ao governo do estado a pavimentação asfáltica da MA – 127 que liga Caxias a cidade de São João do Sóter. Foi aprovado ainda de autoria do executivo, o projeto que cria o pólo da UAB Universidade Aberta do Brasil em Caxias. Na mesma sessão foi aberta a discussão sobre a mudança do regimento interno da câmara municipal de Caxias pelo vereador Ximenes que falou em levar o projeto a pauta da casa.

A vereadora Thaís Coutinho apresentou projeto que obriga, bares, restaurantes, churrascarias e similares a colocarem dizeres que previnam as doenças sexualmente transmissíveis.

Foi destaque ainda a comunicação feita a câmara municipal pelo Tribunal de Contas do Estado que julgou irregular em 2007 as contas referentes ao fundo municipal de saúde, do governo do ex-prefeito Eziquio Barros, que diz respeito ao exercício financeiro de 1997, quando era secretário de saúde Raimundo Rodrigues dos Santos. O projeto vai ser analisado na comissão de constituição e justiça da casa e deve voltar para votação nas próximas sessões.

O vereador Catulé ainda apresentou solicitação ao ministro da defesa Nelson Jobim através do deputado federal Flavio Dino pedindo a construção do aeroporto de Caxias.

“Nós precisamos também adequar a nossa pista e fazer um aeroporto decente do porte que merece Caxias, então estamos fazendo esta solicitação através do ministro Nelson Jobim que é correligionário e amigo do deputado que nós votamos aqui em Caxias que é o Flavio Dino”,disse o Vereador Catulé.

do Blog do Julimar Silva